Portaria Virtual

“Saber fazer a transição corretamente é fundamental”

 

Atualmente fala-se muito em portaria remota e seus benefícios, entretanto há certos cuidados necessários que devem ser tomados ao se contratar esse tipo de serviço.

A grande maioria dos condomínios que optam pela portaria remota, contratam o serviço para o período noturno, já que durante o dia a presença de uma portaria física se faz muito mais necessária por conta da entrega de correspondência, documentos, encomendas e compras que chegam em horário comercial. A noite a utilização da entrada de pedestres é reduzida em até 80% e o foco passa a ser os portões de entrada e saída da garagem.

Contudo, é sabido que a violência nas cidades não tem mais horário para acontecer, mas o período noturno ainda é o preferido dos delinquentes.

Há relatos de condomínios que optaram pela portaria remota, mas que não tiveram nenhum cuidado em preparar o ambiente para tal alteração. Foram vítimas de arrastões e assaltos com reféns, gerando um trauma difícil de ser superado por aqueles que vivenciaram esses momentos de terror.

As quadrilhas especializadas nesse tipo de crime procuram prédios desprovidos de segurança, sem cercas elétricas ou câmeras e que fiquem em ruas com pouca movimentação de carros e pedestres e com pouca iluminação e antes de invadir. Visitam o local alvo, observam a rotina do prédio e tocam o interfone pra saber se será um porteiro que vai atender ou se vai cair direto num apartamento qualquer.

Isso não significa que a portaria remota seja inviável, muito pelo contrário, entretanto, há a necessidade de preparar o condomínio para essa transformação.

O síndico, a administradora e o corpo diretivo do condomínio em conjunto com a empresa responsável pela segurança remota a ser instalada, devem montar palestras de treinamento para os moradores, explicando como deve ser o comportamento diante da instalação desse novo sistema.

O condomínio deve investir em iluminação, tanto interna quanto externa, já que a iluminação inibe a ação dos criminosos. Além disso, a instalação de câmeras de segurança e monitoramento é imprescindível, juntamente com a aplicação da película de segurança (insulfilm) nos vidros da guarita, para que não seja possível perceber que não há um porteiro na guarita durante a noite.

Sabemos que quando um condomínio opta pela portaria remota, o principal motivo dessa opção é a economia. Todavia, há que se investir em um sistema conjunto de segurança, com todos esses itens supracitados, para que a transição seja feita de forma segura, tanto para o condomínio, fisicamente falando, quanto para que os moradores sintam-se seguros com a alteração e tenham interesse em cooperar cada vez mais com o síndico para melhorar o dia-a-dia do prédio.

É sempre de suma importância que antes da contratação de uma determinada empresa, para qualquer área do condomínio, que o síndico solicite à administradora pelo menos três indicações.

Deve-se fazer o levantamento da situação de cada uma das empresas concorrentes, tanto no serviço a ser contratado, buscando informações com outros condomínios e empresas que com ela contrataram, como da situação fiscal da empresa junto aos órgãos públicos e junta comercial para que o contratante não venha a sofrer transtornos futuros.

*Marília Costa Blini  é advogada especialista em condomínios

 

Fonte: Sindiconet

 

 

© 2016 FL Condomínios - Todos os direitos reservados.Web by Citrus7